POL√ćCIA Operação Magnus Locus

Gaeco, com apoio do GSI, cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Tucuruí

Os mandados de busca e apreensão, deferidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Par√°, foram cumpridos em Tucuru√≠ no pr√©dio da Prefeitura Municipal, bem como em endereços residenciais e em sedes de pessoas jur√≠dicas.

Por GAECO

18/07/2023 às 10:38:46 - Atualizado h√°
GAECO

O Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estado do Par√° (GAECO/MPPA), com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Intelig√™ncia e Segurança Institucional (GSI/MPPA), deflagrou na manhã desta segunda-feira, 17 de julho, a Operação Magnus Lacus, com o cumprimento concomitante de nove mandados de busca e apreensão domiciliar e pessoal deferidos pela Justiça, em endereços localizados em Tucuruí/PA.


A Operação Magnus Locus decorre de delegação da Procuradoria-Geral de Justiça e fundamenta-se em procedimento investigatório criminal instaurado com o objetivo de investigar condutas ilícitas consistentes em integrar organização criminosa, falsidade ideológica, corrupção passiva e fraudes em certames licitatórios.

Os mandados de busca e apreensão, deferidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Par√°, foram cumpridos em Tucuruí no prédio da Prefeitura Municipal, bem como em endereços residenciais e em sedes de pessoas jurídicas. A Justiça determinou, ainda, a suspensão de todos os contratos administrativos dos anos de 2021 e 2022 assinados pela Prefeitura Municipal de Tucuruí com as pessoas jurídicas envolvidas no esquema fraudulento, bem como a suspensão dos pagamentos que seriam realizados no √Ęmbito desses contratos, cuja soma alcança o valor de mais de R$ 40 milhões.


Ressalta-se que no decorrer das investigações foi constatado que, no exíguo prezo de 15 dias, uma das empresas investigadas aumentou seu capital de R$ 50.000,00 mil para R$ 4.700.000,00 (quatro milhões e setecentos mil reais), integralizando o valor total em moeda corrente.

Poucos dias depois, a mesma empresa ganhou um contrato com dispensa de licitação de mais de R$ 4.500.000,00 (quatro milhões e quinhentos mil reais) e outro de mais de R$ 3.000.000,00 (tr√™s milhões de reais) também com dispensa.


Finalmente, essa empresa ganhou um pregão eletrônico de 27.000.000,00 (vinte e sete milhões de reais) para operacionalizar transportes em Tucuruí.

Foram apreendidas durante a operação mais de 20 (vinte) pastas contendo documentos dos procedimentos de dispensa de licitação dos contratos e dos pregões eletrônicos investigados, além da quantia de aproximadamente R$ 218.000,00 (duzentos e dezoito mil reais) em cheques e R$ 33.000,00 (trinta e tr√™s mil reais) em dinheiro, telefones celulares, um cofre e documentos comprobatórios de propriedade de empresa investigada.

Fonte: MPPA
Comunicar erro
Portal do Carlos Baía

© 2023 Portal do Carlos Baía
(91)986005813

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal do Carlos Baía